sexta-feira, 2 de julho de 2021

#JDM2021: Congresso de Jornalismo para Dispositivos Móveis será na modalidade virtual

 

O Congresso Internacional de Jornalismo para Dispositivos Móveis, tradicionalmente realizado de dois em dois anos, na Universidade da Beira Interior vai acontecer na modalidade virtual.

Agendado, inicialmente, para novembro de 2020, o evento teve que ser adiado devido a situação pandêmica global, que impediu as viagens e encontros presenciais entre os investigadores.

Por se tratar de um Congresso de nicho, e sabedores que o contato pessoal e a troca de informações que saem destas reuniões contribuem tanto quanto as discussões dos papers, a Comissão Organizadora optou por realizar o Congresso, porém de forma virtual, nos dias 13 e 14 de dezembro de 2021. 

Uma nova Chamada de Trabalhos está aberta - até o dia 31 de outubro - e os candidatos podem enviar as suas propostas - em formato texto completo - para avaliação. As regras e o template para produção do texto podem ser consultadas neste link. Quem enviou trabalho para edição 2020 e decidiu não retirá-lo para aguardar a nova data, pode atualizar o trabalho ou manter a submissão já realizada.

Os aprovados serão comunicados até o dia 30 de novembro e o evento ocorre 15 dias depois, com transmissão ao vivo das Conferências de Abertura e Encerramento e todas as mesas na página do Facebook e do Youtube do JDM. 

quarta-feira, 30 de junho de 2021

Artigo publicado: Beyond challenges and viral dance moves: TikTok as a vehicle for disinformation and fact-checking in Spain, Portugal, Brazil and the USA

Foi publicado hoje, o número 64 da Revista Anàlisi - Quaderns de Comunicació i Cultura, da Universidade Autônoma de Barcelona. A revista, que está indexada na base de dados Scopus conta com um artigo que participo, a partir do convite dos professores Pavel Sidorenko-Bautista, da Universidad Francisco de Vitoria e Nadia Alonso-López, da Universitat Politècnica de Valência.

O artigo, que pode ser acessado completo aqui, aborda a questão da desinformação no TikTok em quatro países: Espanha, Portugal, Brasil, e Estados Unidos. Para completar o estudo, fizemos entrevistas com Agências de Verificação de Fatos sobre o potencial espalhamento desse tipo de conteúdo nesta rede social maioritariamente acessada por jovens.

Resumo:

Este documento analisa a narrativa da desinformação divulgada através da rede social TikTok, uma rede popular a nível mundial e cujos utilizadores são principalmente jovens ou muito jovens. Para tal, foi realizado um estudo sobre o conteúdo de publicações sobre TikTok em quatro países com diferentes idiossincrasias e realidades nacionais: Espanha, Portugal, Brasil, e Estados Unidos. Foram também realizadas entrevistas com agências de verificação de factos sobre o potencial de desinformação e de verificação de factos sobre este potencial social rede. Os resultados sugerem que devido às suas características como uma rede visual fresca com conteúdo facilmente partilhável e viral, TikTok é uma rede que facilita a difusão da desinformação, mas que por sua vez é uma ferramenta para desmascarar boatos para além da gama de ação de meios convencionais.

Artigo publicado: Soccer and its unfolding in times of crisis Covid-19: Critical review

 

Está publicado na última edição da IJAERS - International Journal of Advanced Engineering Research and Science, o estudo denominado "Soccer and its unfolding in times of crisis Covid-19: Critical review", produzido pelo parceiro de investigação Lourival Vianna Neto, que colaborei em alguns pontos, junto com o colega Fernando Rocha.

A essência da investigação é, através de uma revisão crítica da literatura, observar os pontos estratégicos e seus cenários dentro do futebol, com o objetivo de identificar as principais linhas de estudo sobre a investigação desenvolvida durante o ano de 2020 em torno do tema Covid-19 e do futebol.

O artigo completo pode ser acessado e descarregado de forma gratuita neste link e o resumo da investigação está aqui abaixo:

Resumo: Muitos são os desdobramentos relativos à crise do Covid-19 no contexto do futebol, desde o impacto na formação de jovens futebolistas até ao alto desempenho. Neste artigo, foi explorado através de uma revisão crítica da literatura, os pontos estratégicos, e cenários dentro do futebol e alguns dos seus principais desdobramentos. O objetivo do estudo foi identificar as principais linhas de estudo sobre a investigação desenvolvida durante o ano de 2020 em torno do tema Covid-19 e do futebol e, tentar compreender o impacto que a ausência da prática do futebol tem na construção de competências nesta geração de jovens futebolistas. Foi utilizada como metodologia uma revisão sistemática da literatura com base no protocolo PRISMA. Através de uma análise dedutiva foram criados três grupos: negócios, saúde, e bem-estar e sociocultural. Como principais resultados, o cenário do futebol profissional teve o maior número de estudos, seguido do futebol profissional e amador. Na área de análise do campo de estudos, o campo da saúde e bem-estar foi aquele em que se encontraram mais estudos e, o controlo e transmissão do sujeito e os impactos fisiológicos foram os mais destacados. Este estudo proporciona uma oportunidade para avaliar como os processos dentro do futebol estão a ser estudados num período de crise, que rapidamente respondeu às necessidades do futebol profissional e pouca ou nenhuma força de trabalho foi deslocada para procurar soluções para o reinício da prática do futebol nos escalões inferiores. O estudo também destaca uma janela de oportunidade para o desenvolvimento de estudos sobre a tipologia do treino de futebol, sugere-se que no futuro o trabalho de investigação possa desenvolver estudos nesta direção.

terça-feira, 1 de junho de 2021

Artigo publicado: Formatos imersivos no jornalismo Português: estudo de caso das produções do Público 360º


A Editora Insular publicou nesta semana uma obra de extrema importância para o campo do Webjornalismo no Brasil. O livro 25 Anos de Jornalismo Digital no Brasil - A contribuição da Pesquisadora Luciana Mielniczuk para os estudos no país, organizado pelas Profs Alciane Baccin, Stefanie da Silveira e Vívian Belochio. 

A obra reúne textos de pesquisadores com uma longa jornada de contribuição às pesquisas de Ciências da Comunicação como Marcos Palácios e Suzana Barbosa. 

Tive a honra de participar dessa obra, a partir de um convite feito por meu orientador, Prof. João Canavilhas e nossa contribuição é um estudo sobre o as produções em 360 graus no diário português Público

O nosso artigo parte de um referencial teórico sobre inovação jornalística e jornalismo imersivo para analisar as publicações da secção Público 360 do jornal Público no período entre 2017 e 2018. A  análise é complementada com uma entrevista a jornalista responsável por essas produções no jornal e também ao diretor-adjunto da redação do Público como forma a compreender as motivações e as estratégias utilizadas pelo jornal para disseminação deste novo formato narrativo nas suas plataformas. O livro completo pode ser adquirido neste link.


quarta-feira, 12 de maio de 2021

Artigo publicado: Audience transformations and new audio experiences: An analysis of the trends and consumption habits of podcasts by Brazilian listeners


Em parceria com os colegas Ricardo Morais, Tâmela Grafolin e Fernando Rocha, investigadores no LabCom.CA, publicamos na Participations - Journal of Audience & Reception Studies, um estudo sobre hábitos de consumo de Podcasts entre ouvintes brasileiros.

A pesquisa apresenta os resultados de um inquérito, que foi aplicado entre os dias 16 de janeiro e 13 de março de 2020, de onde extraímos um total de 566 respostas completas e que foram validadas posteriormente, antes de procedermos à análise dos dados que você pode conferir nos resultados desta publicação, disponível para donwload gratuito aqui.

terça-feira, 23 de março de 2021

2020: cada minuto na Internet resultou em U$S 1 milhão em compras online

A pesquisa Data Never Sleeps, realizada pela DOMO, empresa especializada em computação na nuvem, revelou o que se fez na Internet em um minuto durante o ano de 2020.

Dentre os destaques do ano está o aumento expressivo no volume de compras online e, também, de downloads do TikTok, rede social que ganhou milhões de adeptos nos últimos tempos. Sobretudo da Geração Z. A Pandemia de Covid-19 acaba por ser um fator decisivo em alguns desses dados. Um exemplo são as 208 mil pessoas por minuto que estão em uma chamada do Zoom, devido ao aumento exponecial do home office.

Confira os dados completos clicando aqui e veja abaixo um infográfico produzido pela Revista Super Interessante.


Reprodução/Revista Super Interessante


quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Artigo publicado: Jornalismo no Whatsapp: o caso do portal português Observador


A última edição da Revista Geminis do ano de 2020 foi publicada nesta semana e nela há uma contribuição minha. 

O estudo Jornalismo no Whatsapp: o caso do portal português Observador, parte de uma investigação inicial que fiz durante o ano de 2019 e levei para apresentar no Sopcom, na Ilha da Madeira e que suscitou boas discussões da mesa em que o trabalho estava inserido.

A partir disso, fiz contato com o Portal e pude compreender um pouco mais dos métodos utilizados e, dessa forma, desenvolver um estudo a partir da análise das Newsletters que eles faziam circular diretamente no celular dos assinantes do serviço. 

A publicação integral pode ser consultada neste link e, abaixo, vocês podem conferir o resumo do texto:

RESUMO:
Os resultados apresentados neste trabalho partem de uma revisão teórica do Webjornalismo e do Jornalismo para Dispositivos Móveis e se completam com um estudo de caso que explora como o portal de notícias português Observador faz uso do Whatsapp para distribuição de conteúdo jornalístico. Utiliza-se a técnica da semana construída para analisar um conjunto de newsletters referentes ao mês de setembro de 2019 para verificar quais temas são mais explorados pela redação do portal na distribuição pelo Whatsapp e completa-se os dados apresentados com uma entrevista ao responsável pelas redes sociais do Observador.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Artigo publicado: Literacia em saúde e literacia mediática: os elementos mais considerados nas informações sobre vacinação


Para encerrar 2020 da melhor maneira, compartilho mais um artigo publicado. Esse estudo, denominado Literacia em saúde e literacia mediática: os elementos mais considerados nas informações sobre vacinação está disponível na íntegra na Revista Comunicação Pública e foi capitaneado pela Tâmela Grafolin e teve participação minha e dos Professores Paulo Serra e Valeriano Piñero-Naval, todos investigadores do LabCom.CA

RESUMO:
A vacinação foi tema constante nos meios de comunicação social em Portugal, durante o primeiro semestre de 2018, devido ao surto de sarampo que acometeu a região norte do país e afetou 112 pessoas. Esse surto trouxe o debate sobre a vacinação de volta à mídia. Para avaliar o papel da informação na tomada de decisão dos familiares acerca da vacinação, realizou-se um questionário investigativo com pais, ou responsáveis, dos estudantes das escolas de ensino pré-escolar na cidade da Covilhã, Portugal. O objetivo foi avaliar se há relação entre o nível de escolaridade, o hábito de consumo de informações e a perceção dos elementos que mais são apreciados em uma informação sobre saúde. A amostra de conveniência foi constituída por 89 familiares. Como resultado de nossa pesquisa, podemos considerar que o nível de escolaridade do indivíduo não interfere de maneira significativa nos seus hábitos de consumo de informação, assim como não possui relação com as características mais apontadas como importantes em uma informação sobre saúde.

O texto na íntegra pode ser acessado neste link.

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Artigo publicado: O jornalismo imersivo: estudo de caso usando a Tétrade de McLuhan


O estudo O jornalismo imersivo: estudo de caso usando a Tétrade de McLuhan é mais uma produção conjunta minha e do meu orientador, Prof. João Canavilhas e que traz a temática que estamos desenvolvendo durante meu período doutoral. 

O artigo nasce a partir de um convite da Prof. Suzana Barbosa para a montagem de uma mesa coordenada no 18ºSBPJor e que teve como mote refletir sobre os dez anos da publicação do artigo seminal de Nonny de La Peña sobre Jornalismo Imersivo.

Optamos por buscar nos estudos mcluhianos uma base para as nossas reflexões e o encontramos na sua Tétrade, que nos ofertou possibilidades de analisar todos os componentes de uma peça imersiva. O resumo do trabalho está disponível logo abaixo e o texto completo pode ser acessado neste link

RESUMO:

No ano em que se cumprem dez anos da publicação seminal “Immersive Journalism: Immersive Virtual Reality for the First-Person Experience of News” (de La Peña et al, 2010), este trabalho aborda o jornalismo imersivo através do estudo de caso da docureportagem 360º, Send me Home. Recorrendo à Tétrade de McLuhan (McLuhan e McLuhan, 1988) conclui-se que os recursos imersivos aperfeiçoam os conteúdos anteriores ao transportar o usuário para o local da ação. Permitem ainda um aumento do tempo médio de consumo informativo graças à possibilidade de explorar o espaço 360º, o que recupera uma característica da narrativa jornalística tradicional por oposição à rapidez informativa atual.

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Artigo publicado: Saúde nos Dispositivos Móveis: análise das apps sobre Covid-19 dos governos do Brasil e de Portugal


A revista Asas da Palavra, publicação semestral do Curso de Graduação em Letras e do Programa de Pós-graduação em Comunicação, Linguagens e Cultura (PPGCLC) da Universidade da Amazônia (UNAMA) publicou hoje seu primeiro número de 2020. 

O Dossiê Linguagens e leitura em plataformas digitais e móveis traz uma contribuição minha, em parceria com a Tâmela Grafolin e o Enrico Giacomelli chamada SAÚDE NOS DISPOSITIVOS MÓVEIS: ANÁLISE DAS APPS SOBRE COVID-19 DOS GOVERNOS DO BRASIL E DE PORTUGAL

Neste artigo, falamos como a Pandemia do novo Coronavírus colocou a sociedade global em atenção nos primeiros meses de 2020. Devido a isso e a partir das lógicas do novo ecossistema midiático, fortalecido pela tecnologia, expansão das redes, qualificação dos serviços móveis e aumento dos acessos à Internet em mobilidade, interessa-nos, com essa pesquisa, observar como consumidores finais de aplicativos para dispositivos móveis observam o conteúdo disponível em seus celulares. 

Num período onde a busca da literacia midiática é de suma importância para combater a desinformação, contamos com a contribuição de quinze utilizadores distintos, que após navegação, avaliaram os aplicativos Coronavírus SUS e EstamosON - Covid-19 em seis categorias. Os dados foram tratados seguindo critérios adaptados do MARS (Mobile App Rating Score) utilizados por Stoyanov et al (2015) para classificar de um a cinco os aplicativos nessas categorias.

Confira a publicação completa neste link.