segunda-feira, 7 de março de 2016

Grupo RBS anuncia venda das operações de mídia em Santa Catarina

As especulações do final de 2015, tornaram-se realidade. O Grupo RBS vendeu suas ações de operação em rádio, televisão, impressos e internet em Santa Catarina. O jornalista Paulo Alceu, colunista do jornal Notícias do Dia e apresentador da Ric Record catarinense, já havia anunciado a transação há algumas semanas, mas somente hoje os seus acionistas se posicionaram publicamente sobre a venda.

De acordo com o jornalista Felipe Vieira, um e-mail tratando do assunto foi enviado aos funcionários de Santa Catarina com informações sobre o anuncio que foi oficializado nesta segunda-feira, pelo Presidente-Executivo, Duda Melzer.

Ainda de acordo com Vieira, o mercado estima que o valor do negócio chegue a R$ 700 milhões e os novos donos serão os empresários Carlos Sanchez e Lirio Parisotto. Comenta-se em Florianópolis, ainda, a possibilidade de que José Bonifácio de Oliveira Sobrinho venha a participar da sociedade. Boni determinou a integrantes do jornalismo da TV Vanguarda, em setembro do ano passado que acompanhassem a programação da RBS TV/SC.

Segundo nota oficial do Grupo RBS, a conclusão do negócio está sujeita à condição suspensiva de aprovação prévia do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e dos demais órgãos regulatórios do setor, bem como ao cumprimento de determinadas condições precedentes usuais para estes tipos de transações e o processo de transição será gerido a partir de comitês com o objetivo de garantir a continuidade e a excelência das operações. A sinergia entre as empresas em Santa Catarina será mantida a partir de parcerias operacionais e comerciais.

Com a oficialização da venda, o Grupo RBS focará seus investimentos de mídia no Rio Grande do Sul, onde o grupo empresarial, fundado em 1957, coordena marcas jornalísticas como Zero Hora, Diário Gaúcho, O Pioneiro, Diário de Santa Maria, Rádio Gaúcha, Rádio Atlântida, Rádio Farroupilha e RBS TV. Além dos negócios de comunicação, o grupo é proprietário da e.Bricks, empresa de investimento digital com atuação no Brasil e nos Estados Unidos.

O professor e pesquisador de comunicação na UFSC Rogério Christofoletti escreveu um artigo denominado "Ponto de Vista: Quem ganha com a venda da RBS de SC?", que é um bom parâmetro para analisarmos o negócio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário