sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

São Borja diz adeus a Jango mais uma vez

06 de dezembro de 2013, feriado municipal em São Borja. A data, além de marcar os 37 anos da morte do ex-presidente João Goulart, também foi a do seu outro enterro. Jango, como é popularmente conhecido, foi sepultado às 17hs, sob aplausos dos familiares e alguns munícipes que foram até o Cemitério Jardim da Paz.

O roteiro da inumação

O esquife com os restos mortais do ex-presidente chegou a São Borja em um avião da Força Aérea Brasileira próximo das 13hs. Junto na aeronave vieram a viúva de Jango, Maria Thereza, seus filhos e alguns netos. Do aeroporto João Manoel, os restos mortais seguiram em carro aberto até a Igreja Matriz São Francisco de Borja. No caminho, muitos populares saiam às ruas para aplaudir, fotografar e saudar Jango.

Na Igreja, milhares de pessoas visitaram o caixão do ex-presidente. João Vicente, filho de Jango, agradeceu o apoio irrestrito da cidade natal de seu pai e ouviu um coro de Jango, Jango, Jango, seguido de aplausos ecoar nas dependências da Igreja. 

Depois da visitação ao esquife, uma missa foi rezada e ao final dela, discursaram o prefeito da cidade, Farelo Almeida, a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, o senador Pedro Simon e um dos filhos de Jango, João Vicente, que emocionado, ao encerrar seu discurso, declarou: "Hoje, teu povo resgata o teu passado, meu pai. Vai em paz! A democracia venceu".

Pouco antes das 16h30min, o caixão de Jango saiu da Igreja e, novamente no carro do Corpo de Bombeiros, foi levado ao Cemitério Jardim da Paz, onde em uma cerimônia rápida, foi novamente sepultado, onde recebeu, novamente, um último adeus da comunidade são-borjense.


Pontualmente às 17hs, Jango foi enterrado novamente.
Clique na foto para ver outra imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário